Mercado Xique Blog

quinta-feira, 30 de junho de 2011

Alex Sant´nna, música sergipana e alguns sapos a engolir



A certeza de que estaremos sempre suscetíveis ao cansaço, de que ainda vamos engolir muitos sapos pela frente e saber que mesmo que pareça bobo, vamos continuar olhando pra Lua e acreditar que lá a gente encontra a poesia boa pra amar, beber ou ficar na fossa pós fim de namoro. 

 Sabe aquela música que a gente se identifica na hora e faz perder o sinal com um monte de gente buzinando atrás? A música de Alex Sant´anna é assim: indie pop no encarte, música brasileira, rock, pop, samba ou tudo junto pra ele mesmo e pra mim, com a licença poética, musical e afins, é música gostosa de ouvir! 

Alex anda sempre com seus óculos escuros icônicos até pros shows noturnos, é casado com Diane Veloso, atriz (e pessoa maravilhosa) e diz que é um sergipano de coração. Nasceu na Bahia, na cidade de Ipiaú e chegou aqui na terrinha lá pra 1990 quando eu ainda pensava em nascer. 

 

Em 2001 participou da formação da NaurÊa, banda de Sergipe e do mundo (depois conto mais aqui, me sinto na obrigação!). É com a Naurêa que Alex roda o mundo e que também compõe, mas diz que “muitas das composições não cabiam dentro das propostas estéticas da NaurÊa.”. É aí que a gente curte os projetos pessoais de Alex como o primeiro: Aplausos Mudos Vais Amplificadas, lançado em 2004 e o mais recente, Cansado, que confessa gostar mais apesar de achar o primeiro disco bem interessante. 

Mas quem pensa que é só de estilo, letra bonita e batida interessante que Alex é feito tá bem enganado. Ele se preocupa com a cena musical sergipana e acredita que o conjunto unido vale muito mais do que um disco solitário. “Aprendi que sozinho é mais difícil. Facilita muito, por exemplo, quando Patrícia Polayne consegue ir para fora do Brasil ou ser contemplada em edital do Itaúl Cultural. Aos poucos as pessoas vão associando Patrícia à naurÊa, à outra e outra banda e um dia vão colocar Sergipe no mapa da música brasileira. Sozinho é complicado, ter uma cena forte é importantíssimo, seja qual for a área da arte que se trabalhe.” 

O grande Alex criou o selo Disco de Barro, que entre lançamentos de CD´s da banda Cabedal, NaurÊa e seus próprios discos, cria a Sergipe´s Finest, uma coletânea já com dois discos desde que lançou, em 2009, através de apoios e parcerias com produtores e empresas. “Consegui uma experiência viajando e participando de convenções de música e como aqui não existia nenhum selo, pensei que poderia colaborar com a cena dessa maneira.”. 

 A coletânea reúne vários sons sergipaníssimos como Polayne, A Banda dos Corações Partidos e Maria Scombona, e tem como principal objetivo o bom e velho ditado a união faz a força, ou melhor, a união faz o som. E que som. Clica aqui pra curtir os sons dos volumes 1 e 2 do Sergipe ´s Finest


 Disse pra ele o quanto achava a música gostosa de ouvir e o quanto era comercial... “Gosto de música pop, talvez por isso possa soar tão comercial. Gostaria que fosse bem comercial mesmo, assim poderia viver exclusivamente de música.”. Pois é, Alex... Acho que é isso que falta no mundinho cultural... Por que não fazer arte pro mundo, pro pop, pra vender? 

Sobre suas referências ele conta que é fã de Tom Zé e outros compositores como André Abujamra e Arnaldo Antunes, além de The Arcade Fire e Cake. Também gosta de ouvir e descobrir muita coisa nova em blogs (aê!) como o Um que tenha e Eu ovo, que tal se jogar também? 

 

  No mais vamos ficando por aqui... Cansados ou não, engolindo sapos ou não. A certeza é que quem quer curtir o som do Alex é só clicar aqui ou esperar ou próximo show. Ele disse que daqui há pouquinho tá vindo aí outra edição do projeto Pago pra ver, que rola no Capitão Cook, um pub super fofo com inspiração meio rock, meio navy que fica pertinho da orla aqui em Aracaju. Foi nesse projeto que conheci de perto (e por um precinho bem amigo) o trabalho dele que agora com certeza faço questão de não perder mais nenhum show! 

Pra curtir o som de Alex clica aqui!  
Pra quem quer tietar, contratar ou jogar papo fora (brincadeira, por favor), liga no (79) 9978-7735 ou contato@alexsantanna.com.br 

No mais, fico por aqui! Espero que vocês tenham gostado do lançamento da tag de música aqui no XX! Fiz com muito carinho... Um beijão,
Bele. 
@xiquexiqueblog (segue aê!!)

quinta-feira, 23 de junho de 2011

São João na moda!



Se Gil diz que toda menina baiana tem um santo que Deus dá, toda menina nordestina tem uma ginga pro forró que já vem no sangue desde a primeira quadrilha do colégio. Vou te contar, viu? Ô época boa danada!   
 
            É ir pro forró todo dia dançar até não agüentar mais, é passar uns dias no sítio no interior, é comer amendoim, canjica e milho assado na fogueira e depois chegar em casa com o cabelo cheirando a fumaça, sem nenhum arrependimento. Essa é a minha época preferida do ano, definitivamente! 

            Mas é aí que nós, tipicamente tabaroas nessa época do ano, paramos na frente do guarda-roupa sem saber o que vestir pra ir dançar o bom e velho forrozin. No mais, a roupa deve ser confortável além de qualquer regra e charmosinha pra não precisar mais apelar ao querido Santo Antônio o ano inteiro, simbora?  



            Acho que o xadrez, válido pro ano todo, não deve ser abandonado na hora mais válida de usar a tendência que taanto foi tentada durante o ano todo. Se jogue nas camisas de xadrez com short jeans e botinha de cano curto tipo cowboy e nos vestidinhos com a mesma estampa, que ficam lindos com a mesma botinha e camisa jeans por cima, com aquele bom e velho truque do nozinho na cintura. 



            Além do xadrez acho que a estampa floral, aquela chamada liberty, com flores bem pequenininhas são uma boa pra essa época. Tanto nos vestidos, nas camisas, coletes e afins, a regra é deixar rolar. E da mesma forma, se jogando nas botinhas e principalmente, chinelinhas de couro. 


            Outra coisinha que eu super aposto é no artesanato nordestino. Se jogaê nos crochês, fuxicos e bordados! Aproveite a hora do jantar pra ficar de olho nos detalhezinhos que a novela linda, Cordel Encantado, deixa pra gente ficar babando no figurino dos personagens.    


                 Outra dica é não abandonar a tendência dos shortinhos de couro que a nossa querida Cris Barros tanto insistiu e que acabou caindo nas nossas garras. Tanto os shortinhos de couro preto, como os shortinhos e saias no tom bege são boas apostas.  

No mais, deixo aqui com vocês a dica de uma banda sergipana (e do mundo) bem legal pra curtir no São João e no resto do ano: Naurêa! Corre lá pro Myspace deles clicando aqui.  

E aí, o que acharam das dicas?
E vocês, o que andam usando nesse São João?

Mil beeeijos e sigam lá no twitter!! @xiquexiqueblog
E também quero pedir mil desculpas pelo sumiço, mas a vida tá de cabeça pra baixo e ando tentando dar uma ajeitada... Esses dias tô indo passar uns dias no sítio do meu avô, lá no interior do estado num povoado de Itabaiana. Relaxar e pensar!

 

quarta-feira, 15 de junho de 2011

Planejando as férias de julho!


Não sei se vocês são assim... mas eu não posso ver tempo livre na minha frente que já quero enfiar um monte de coisas nele! Isso começa a acontecer comigo mais ou menos uns dois meses antes das férias e já penso em mil coisas pra fazer... menos em descansar. Rsrs 

Acho que a gente tem mesmo é que se jogar no plano de férias e fazer uma listinha básica de tudo o que tem vontade de fazer, mas a loucura do dia-a-dia não permite, sabe? Mas nada de fazer uma mega lista e no fim das contas ficar super frustrada por não conseguir fazer nem metade, a graça é planejar direitinho e colocar só o que realmente é possível... nada de colocar o tópico: “Arranjar o homem da minha vida” ou “fazer o mochilão dos sonhos pela Europa” por que realmente pode não rolar tão fácil assim...



Fazer um curso

Tem curso de culinária, de corte e costura, de fotografia, de libras... do que for! Se jogue mesmo sem ter tanto conhecimento na área e sem medo por isso, afinal, quem faz o curso é porque quer saber o que é, né?

Eu mesma já fiz minha inscrição num curso lá na Escola São Paulo e to indo de mala e cuia com Julia, amiga-irmã de altas aventuras, pra Sampa city curtir uns diazinhos de férias e muito estudo. Ainda vou deixar no segredo qual é o curso... haha Mas vê só os cursos que rolam por lá, quem sabe a gente não se bate:



Pra quem não mora em Sampa e não quer viajar a dica é procurar alguma coisa na sua cidade mesmo. Seempre rola alguma oficina em algum canto do local, é só garimpar que acha! E se não achar... pense na ideia de achar aquela costureira que sempre foi a sua preferida pra fechar um turminha e ter umas aulas de costura. Ela vai adorar e você e as amigas vão poder fazer a saia que quiserem, do jeitinho que quiserem.  
Fazer trabalho voluntário

Que tal planejar uma colônia de férias pra crianças carentes? Junta os amigos mais animados da turma e passa uma semana indo pra uma creche ou orfanato da cidade. Trabalho com criança e sei que não existe coisa melhor no mundo do que arrancar um sorriso do rosto desses pestinhas!




Na programação pode colocar aula de dança, montar uma bandinha de música com instrumentos recicláveis, pintura e até culinária... imaginem um bando de guri enrolando brigadeiro? Com certeza férias inesquecíveis pro resto da vida!  


Ler livros e ver filmes que nunca sonhava ler

Isso é tipo um desafio... quem não tem curiosidade de conhecer o desconhecido? A gente sempre tem preconceito com aquela coisa diferente demais do nosso mundinho, né? A ideia é ler aquele livro que você sempre criticou e assistir o filme que nunca te passou pela cabeça assistir! 



  Se jogue nos livros de auto-ajuda e nos infanto-juvenis... é só passar na casa da sobrinha e roubar o Crepúsculo mais próximo. Nos filmes, invista nos clássicos bem antigões tipo O vento levou e na biografia da última pessoa que passa na sua cabeça em querer conhecer... 

Vai ser no mínimo divertido quando tudo passar e você vai ter papo com qualquer pessoa que conhecer, desde as amigas de 12 anos da sua filha até o velhinho na mesa ao lado do bar, acredite... isso é bom demais!



Passar por uma transformação de beleza

Quem nunca sonhou em participar daqueles programas da Xuxa ou do que for pra sair transformada até a alma? Aproveite o tempo livre pra desembarangar tudo o que conseguiu durante todo o ano com noites mal dormidas e estresses diários. 

A dica é fazer um plano de beleza e atacar mesmo, sem medo de ser chamada de louca. Faça uma lista tudo o que gostaria de mudar tipo: pele de bunda de baby, unhas perfeitas e cabelo com ondulado lindo e fios dourados no inverno. Depois disso é partir pra pesquisa em blogs e revistas mundo a fora... O que não falta é tutorial de como chegar ao ondulado perfeito e fazer aquela esfoliação dos sonhos. 

Se você realmente tomar isso como tarefa de casa vai acabar aprendendo todos os truques de beauté e no resto do ano vai sair fazendo tudo sem sentir. No fim das contas até vai gostar de passar aquela meia horinha que gastava fuçando o facebook da baranga alheia, tirando os pelinhos a mais da sobrancelha ou fazendo as unhas.  


E vocês, já fizeram a lsitinha de férias??
Beijo enorme e segue lá no twitter!! @xiquexiqueblog
Bele. 

Vitrine

Mercado Xique Blog

www.mercadoxiqueblog.com | Copyright - Todos os direitos reservados | All rights reserved