Mercado Xique Blog

terça-feira, 25 de setembro de 2012

Golas: moda cheia de história e referência



Uma das coisas mais legais e mais traiçoeiras da moda é o quanto ela anda fácil. A danadinha tá em tudo que é canto... é revista, roupa na novela, tendência nova no jornal, livro, filme e lá vai ela. É pop e tá aí pra todo mundo ver, conhecer e usar. O problema é a às vezes a gente fica é atrapalhada de tanta informação misturada, a gente anda em tempos de tudoaomesmotempoagora e só resta ter calma pra ir absorvendo as informações que bombardeiam a gente o dia todo. 

                Uma coisa que eu adoro é não ficar viciada e ligada 24h nos blogs e sites de Moda e voltar aos bons e velhos livros. Não sei se vocês tem isso, mas sempre confio mais neles, não tirando a importância da internet, mas eles acabam sendo mais sinceros por estarem a mais tempo ali com as mesmas informações impressas a um tempão, quase como um segredo esperando para ser contato .

                Foi assim quando tava relendo um livro que adoro esses dias, o Dicionário da Moda, de Marco Sabino, que pra mim é uma das bíblias divertidas da Moda. O livro, que é dividido como um (a)típico diário acabou me pegando na letra G, quando lia sobre golas e... não resisti na curiosidade e na vontade de compartilhar mais com vocês.

                Principalmente se por aí tem um monte de gente como eu, que adora desenhar as próprias roupas e ir na amiga costureira, bem no modo antigo, pra mandar fazer a roupa que tá escondida na caixola mas não entende tanto assim de corte e costura. O legal é ir pesquisando bem sobre vestuário e sobre os elementos que você quer na peça nova, acaba que sempre sai bem mais próximo do jeito que a gente imaginou, já percebeu? Então aí vai um mini dicionário de golas, pra ajudar essas aspirantes a estilistas desesperadas, ou não. 




              
Gola Marinheiro- gola dobrada com a parte posterior caindo nas costas em forma de quadrado e na parte da frente fecha em V. Bombou depois que um tal de Winterhalter fez um retrato de Eduardo VII, da Inglaterra, vestido de marinheiro em 1840. 

Aqui em cima dá pra ver o desenho de frente, com um laço, e o caimento de trás. Kate usou o laçarote da frente, tomando emprestado metade do desenho da gola. Já Ronaldo Franga usou o laço com uma técnica chama de “tromp l´oei”, que é uma ilusão de ótica, só o desenho da gola pra enganar. 


Gola Mao ou chinesa – Mao vem de Mao mesmo, aquele tal de Mao Tse-Tung dos olhinhos puxados que mesmo não enxergando quase nada fundou a República Popular da China. Ele adotou o uniforme para ser o traje oficial chinês que passou a se chamar Zhong Shan Zouan, em 1929. Tudo bem, ele deu uma imitadinha dos oficiais europeus que tavam na Ásia antes, mas como tudo é “inspired”, né? Enfim, acabou que o traje ficou famosão e virou um símbolo da moda ocidental. 

Gola Médicis- gola alta, rígida e engomada, podendo ter metal por dentro e renda por fora. Foi usada pelas mulheres lá das bandas do século XVI e XVII. 

Gola Nehru- gola reta com uns 2cm que ficou popular por causa do Jawaharfal Nehru, primeiro ministro da Índia de 1947 a 1964. Essa gola aparecia da túnica que ficou conhecida com o mesmo nome, que é mais retinha e ajustada nos quadris. 


Gola Rulê- Vem do francês “roulé” e é aquela gola mais alta que cobre o pescoço e dá muita agonia de usar! Rsrs Os modelos em tricô são mais usados no frio, mas as de malha foram um pouco mais pops, principalmente a partir da década de 60 (ô década fia da mãe pra inventar moda, viu?) quando os machos começaram a substituir o kit conjunto social + gravata pela enganadinha da gola rulê. Alguém aí lembra do nosso querido Steve Jobs com aquela cara gênia dele olhando pra gente usando a rulê? 

Gola Xale- gola com corte arredondado que aparece nos robes e no paletó de alguns smokings. 

E pra acabar, fiz um miniminiminidiconário de golas pra imprimir, recortar e colar no guarda-roupa! Espero que gostem: 

 É isso... gosto de fazer esses posts que me fazem ficar mais encantada com a Moda, com o que visto, com o que coloco como pele pro mundo... <3

Conclusões pós post:
1.       Eu me assusto cada vez mais com os anos 60, tudo surgiu nos anos 60. Até meus pais surgiram nos anos 60.
2.       Golas são detalhes fofos no vestuário. Na verdade, acabam sendo a parte principal de tão especiais e cheias de história que são. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Vitrine

Mercado Xique Blog

www.mercadoxiqueblog.com | Copyright - Todos os direitos reservados | All rights reserved