Mercado Xique Blog

domingo, 21 de abril de 2013

Os segredos de Verena Figueiredo

Sabe aquela menina que saiu das páginas da Vogue? É ela. Verena Figueiredo não economiza estilo e faz isso sem perceber, assim, meio sem querer querendo. Cheia de tatuagens, cabelo platinado e referências de estilo a ponto de bala. Ela acaba de se formar em Design de Moda no SENAC e está trabalhando na equipe criativa de uma das maiores marcas de sapatos do país. Ficou curiosa pra saber como ela saiu de Aracaju e chegou até lá? Bati um papo com ela e contou tuudo, anota as dicas!





Bele: Em que momento surgiu a danada da Moda na sua vida?
Verena: Sempre tive esse contato. Desde pequena costurava roupa pra Barbie e minha mãe mandava fazer roupa na costureira. Eu ia junto e até que, com uns 11 anos, comecei a mandar fazer roupa pra mim também... foi um vestido de São João, rsrs. Daí com 14 comecei a fazer cursos na área, de costura, desenho.

Bele: Você se mudou pra São Paulo e começou a cursar Design de Moda no SENAC... como foram as primeiras experiências de estágio? 
Verena: Comecei com uma coisa nada a ver. Trabalhava em uma fábrica-loja que fazia roupa orgânica pra bebês, odiava, mas foi meu primeiro contato formal com o mercado de confecção. Eles vendiam pra Daslu mas eu não participava da criação. 




Bele: Daí veio o estágio na Doc Dog? 
Verena: Isso. Foi lá onde aprendi quase tudo. Cuidava da parte mais burocrática... aviamentos e tal. Como eles tem fábrica no escritório dava pra ver o processo todo de perto. Fiquei 1 ano e resolvi sair porque tava na época de TCC (Trabalho de Conclusão de Curso), que na minha faculdade é bem tenso e eu queria fazer direito, haha. Consegui adiantar bastante o trabalho e fui chamada para a Officecomm, onde era assistente de Jornalismo, tinha que fazer notas pra revistas e comecei a aprender como funcionava a divulgação das marcas... não era muito minha cara. Foi quando uma amiga comentou da vaga na Santa Lolla... apresentei um projeto para os donos mega tensa, quase tive um infarto, queria muito passar! E tô aqui hoje! 

Bele: Que massa! E hoje, na Santa Lolla, você está em que área? 
Verena: Trabalho com desenvolvimento de tudo: sapatos, bolsas... É bem legal e tranquilo, as meninas daqui são muito gente boa (o que é raro no ramo da moda). Esse é o departamento que desenha e cria as peças. Não me imaginava em acessórios, pensava em roupa feminina, mas amei!

Bele: E me diz... porque é raro ter "gente boa" no ramo da moda? Conte mais sobre essa área...
Verena: O mercado da Moda é muito complicado... Tem que ir atrás das coisas, não adianta ficar esperando as coisas cairem do céu. Tem que estudar, pesquisar revistas, mídias além de blog, saber sobre as marcas... faculdade não ensina nem 10% do que é preciso pro mercado, é tudo bem teórico. Além disso pouquíssimos são os empregos que pagam bem...





Bele: Mas mesmo com tudo isso... você acha que tá conseguindo formar bem seu trabalho, seus conceitos?
Verena: Sim, sim... estou bem feliz com tudo! Mas sei que sou meio que excessão, a maioria do pessoal da minha sala entrou na faculdade querendo ter uma marca ou trabalhar em algum lugar maravilhoso, não querem outra coisa se não for desse jeito. É muito complicado ter uma marca própria, precisa de muita experiência, estrutura financeira e administrativa, que normalmente aos 20 anos a gente não tem. Não é assim que funciona, de só trabalhar onde a gente idealiza.  

 Bele: E sobre o seu emprego atual... conte mais segredinhos dos bastidores da Santa Lolla!
Verena: Somos em 4 meninas e a gente cria tudo juntas, vai desenhando, desenvolvendo materiais. Elas viajam pro Sul pros cortumes para desenvolver couros, texturas e cores. E vão pra Nova York ver tendências, formas e materiais novos também.

Bele: E a pergunta que não quer calar... você ganha sapatos? 
Verena: Depois que entrei minha quantidade de sapatos é 10 vezes maior, rsrs.




Bele: Isso já responde minha pergunta indiscreta, haha! Mas me diga mais sobre seu Trabalho de Conclusão de Curso... já soube que ele foi escolhido para desfilar na Casa de Criadores, né? 
Verena: Pois é, tô muito feliz. Tirei 10 e fui convidada para a coleção desfilar na Casa de Criadores. Em Junho desse ano minhas roupas vão representar a Esmod São Paulo, franquia da escla da França em Oslo, na Noruega. Meus pais super orgulhosos, me acompanharam nesse caminho todo e minha costureira, que costura há 10 anos pra mim e fez metade do meu TCC vai vir assistir também. Fico muito feliz com essas coisas, de poder ver as pessoas que me ajudaram felizes com o caminho que tudo tomou.  



  

3 comentários:

  1. pena que a parte da intro que eu estava mais interessada e curiosa, sobre a enfase na mudança dela de aracaju pra sao paulo, nem apareceu na entrevista

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, alguém! rsrs Ela se mudou pra São Paulo muito novinha, aos 11 anos, por isso não falei muito sobre isso... já que ela se mudou pra lá pra acompanhar a família ;) Bjs!

      Excluir
  2. Adorei a entrevista e o blog Isabele! Vou continuar acompanhando!
    Beijos, Letícia
    www.leticiaassuncao.com

    ResponderExcluir

Vitrine

Mercado Xique Blog

www.mercadoxiqueblog.com | Copyright - Todos os direitos reservados | All rights reserved

Join Us